Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Educação Infantil

Publicado: Quinta, 22 de Outubro de 2015, 18h03

No Serviço de Educação Infantil – SEDIN – todo o trabalho é realizado em equipe, com a atuação de profissionais de diferentes áreas visando atingir objetivos em  comum, o que complementa e enriquece todas as atividades realizadas.

O Serviço de Educação Infantil possui dois segmentos:

Educação Precoce

O atendimento para crianças surdas, na faixa etária de 0 a 3 anos, é oferecido   como  o primeiro segmento da Educação Infantil. No INES este atendimento é denominado de Educação Precoce por ter um caráter eminentemente pedagógico.

Neste trabalho a família é valorizada como o primeiro grupo social da criança surda. Desta forma, os familiares são apoiados e orientados sobre a surdez e as potencialidades de sua criança.

O atendimento pedagógico segue as mesmas diretrizes do Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, com um enfoque maior para a área da linguagem. A criança que adquire uma língua amplia seu mundo, podendo interagir dentro de seus grupos, desenvolvendo potencialidades por meio da elaboração e expressão de seus pensamentos e emoções, criando uma imagem positiva de si e atuando de forma cada vez mais independente.

A criança é atendida individualmente, na presença da mãe ou de um adulto da família, duas vezes por semana. Os atendimentos são prestados por uma professora especializada e também por uma fonoaudióloga.

Pré Escola

O segmento da Educação Infantil denominado  Pré escola  atende crianças de 4 a 6 anos, em grupos, nos níveis Maternal e Jardins I, II e III.

O planejamento das atividades desenvolvidas na Educação Infantil visa facilitar o desenvolvimento global do aluno, levando em conta suas necessidades e interesses. Nesta etapa o trabalho pedagógico requer um envolvimento com o mundo mágico da criança, considerando que os primeiros os anos da vida  são fundamentais  para seu desenvolvimento físico, social, emocional e mental.  É necessário, também, ter atenção para formação das estruturas cognitivas fundamentais para a aprendizagem e a capacidade de continuar aprendendo.

 As atividades pedagógica têm  o objetivo de facilitar situações de aprendizagem nas diferentes áreas de conhecimento, que estão interligadas e são propostas de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais. As atividades em grupo aumentam a riqueza da interação, onde uma criança aprende com a outra. A repetição da atividade é muito importante para a criança pré escolar surda, proporcionando a ela uma maior consistência do aprendizado.  Nesta fase, usam-se muito os diferentes tipos de jogos, que são facilitadores para a compreensão de regras, despertam a atenção e a aquisição de novos conceitos.

Além das atividades pedagógicas com o professor regente, os alunos também têm outros atendimentos:

  • LIBRAS: Quanto mais cedo se expõe a criança a uma língua, melhor será sua competência em relação à mesma, facilitando, também, a construção de conceitos. Na Educação Infantil, a LIBRAS é trabalhada por Assistentes Educacionais surdos, visando levar as crianças a uma compreensão do mundo através da sua primeira língua o mais cedo possível, refletindo-se esta exposição de modo positivo em seu  desenvolvimento.
  • OFICINA DE LEITURA: As histórias infantis trazem para a criança um mundo infinito, proporcionando a introdução de novos conceitos. É na escolha da melhor história, de acordo com a faixa etária da criança, que o trabalho desenvolvido na Oficina de Leitura se estrutura. Possibilita trabalhar a exploração de vocabulário e proporciona uma avaliação daquilo que foi apreendido pela criança, através de dramatizações, de desenhos produzidos, etc. Este trabalho é realizado por Assistentes Educacionais surdos e feito em LIBRAS.
  • ARTES/ CONTADOR DE HISTÓRIAS: Com a atenção voltada para a aquisição da Língua Portuguesa em sua modalidade escrita, um dos objetivos desta atividade é que a criança tenha contato direto com o texto escrito. Através de histórias, criadas a partir de temas desenvolvidos em sala de aula, faz uma relação entre a escrita e as histórias,  explorando seus conteúdos com técnicas de trabalhos em Artes plásticas.
  • MCL- MÚSICA, CORPO E LINGUAGEM: O principal objetivo desta atividade é a estimulação global da criança. Aproveitando os resíduos auditivos de cada aluno,  procura-se despertar  a consciência de  um mundo de sons e silêncio, e que esses sons têm um princípio, meio e fim. Envolve também  diferentes formas de expressão corporal com a criança, trabalhando com várias formas de linguagem.
  • EDUCAÇÃO FÍSICA: A criança adquire seus primeiros conhecimentos através do próprio corpo. Reconhecer e utilizar suas possibilidades traz imenso prazer. A Educação Física, através do jogo simbólico, busca explorar o corpo em movimento, a relação da criança com os outros, com os objetos e com o espaço que a cerca. Nesta atividade, valoriza-se tanto as potencialidades da criança quanto se estimula a criatividade.
  • FONOAUDIOLOGIA:  Tem como objetivo facilitar as competências comunicativas nas modalidades oral e escrita da Língua Portuguesa, acreditando que a criança surda deva ser estimulada o mais precocemente possível, na perspectiva de apoiar o seu desenvolvimento global e a sua interação com a sociedade.

Na Educação Infantil  avaliar significa refletir sobre todo o processo ensino-aprendizagem. Adotando esta postura, os professores podem modificar o seu trabalho de forma positiva e perceber com mais clareza o aluno, reavaliando e revendo seu planejamento, para que desenvolva melhor seus potenciais.

Fim do conteúdo da página