Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > I Simpósio sobre Ensino de Língua Portuguesa para Surdos: confira programação, lista de inscritos e trabalhos a serem apresentados
Início do conteúdo da página
Notícias e Avisos

Jovens Talentos: Projetos de pesquisa do CAp-INES ganham bolsas da Faperj

  • Publicado: Quinta, 21 de Junho de 2018, 16h26

Dois projetos do Colégio de Aplicação do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) foram contemplados com sete bolsas de pesquisa pelo programa Jovens Talentos, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), este ano. O processo seletivo, por meio de edital, foi concluído no início de junho.

Os projetos "Inclusão Científica de Jovens Surdos através da inserção no Espaço de Pesquisa e Ensino de Ciências Aplicadas - EsPCie-A", sob responsabilidade do professor Flavio Eduardo da Silva, e "Acessibilidade Científico/Cultural com e para Surdos em Museus, Espaços Culturais e Educacionais", da professora Stella Savelli deram início às atividades com os sete estudantes bolsistas nesta semana. No primeiro projeto, por exemplo, os quatro alunos integrantes aprenderão noções básicas de como atuar em um laboratório de pesquisa, no contraturno das aulas.

O programa Jovens Talentos busca incentivar a pré-iniciação científica de estudantes da rede pública do ensino médio em universidades e instituições de ensino e pesquisa sediadas no Estado do Rio de Janeiro, por meio da oferta de bolsas de estágio. O objetivo é estimular a vocação científica, contribuindo para a formação cidadã e elevando a auto-estima de adolescentes que residem em comunidades carentes. "Esperamos que essa iniciativa sirva de inspiração para que outros jovens surdos participem de projetos que ajudem no seu desenvolvimento pessoal e profissional", destaca Flavio.

Criado em 2016 pelas professoras Stella Savelli e Vanessa Pinheiro, o projeto "Acessibilidade Científico/Cultural com e para Surdos em Museus, Espaços Culturais e Educacionais", está sendo contemplado com bolsas do programa pela segunda vez. Stella lembra que os alunos participantes foram destaque na área de humanas. "Esperamos que cada vez mais projetos aconteçam e que nossos alunos do Ensino Médio possam ter essa experiência dentro de sua própria instituição de ensino", diz a professora. 

 

Fim do conteúdo da página