Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Fórum Bilíngue de junho destaca memória, ludicidade e práticas pedagógicas contemporâneas
Início do conteúdo da página
Notícias e Avisos

Fórum Bilíngue de junho destaca memória, ludicidade e práticas pedagógicas contemporâneas

  • Publicado: Segunda, 25 de Junho de 2018, 18h13

No dia 21 de junho, quinta-feira, o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) realizou mais uma edição do seu Fórum Bilíngue, com o tema "Pessoa Surda e a Educação Bilíngue: reflexões sobre práticas pedagógicas contemporâneas". Cerca de 200 pessoas estiveram presentes no auditório do colégio de aplicação (CAp-INES).

O evento teve início com uma roda de conversa sobre memória, ludicidade e infância entre oito professores surdos de língua brasileira de sinais (libras), que trouxeram suas histórias de criança para o público. O bate-papo partiu do tema brincadeira, que recentemente inspirou uma exposição feita pelo Núcleo de Arte do INES com trabalhos de estudantes do Colégio de Aplicação (CAP-INES). "No fim de maio comemoramos a Semana Mundial do Brincar, e por isso resolvemos fazer essa atividade com os alunos, para pensar a importância do brincar como estratégia e como linguagem, de como aprendemos brincando também", disse a professora de arte Lúcia Vignoli. "É importante que nós, adultos e educadores, busquemos garantir o direito ao brincar", acrescentou Joana Lyra, também professora do Núcleo de Arte.

Além de professores do próprio instituto, também ministraram palestras Wagner Cabral, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), e Carmen Sanches, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). À tarde, Wagner abriu um painel com relatos de experiências, reflexões, desafios e propostas para a educação de surdos no Brasil, explicando o papel do professor de libras no registro de aulas virtuais e apresentando ferramentas de ensino a distancia (EAD). O professor mostrou especificidades dos ambientes virutais de aprendizagem e destacou o uso da câmera como instrumento de trabalho para registrar aulas e demais atividades pedagógicas. Ainda participaram do painel Cinthia Ramos, Daniela Cruz e Isabel Mallet.

À noite, Carmen Sanches e Ana Regina Campello participaram da mesa redonda sobre "Por um pensamento pedagógico inquieto: reflexões sobre práticas pedagógicas contemporâneas", em que discutiram aspectos da visualidade na educação de surdos e a construção da aprendizagem por meio da leitura e da escrita na escola.

Sobre o Fórum

O INES realiza em sua sede o Fórum Bilíngue em encontros mensais durante este ano. São oferecidas atividades voltadas para o debate e a apresentação de experiências em torno de um eixo temático, reunindo especialistas, educadores, técnicos, pessoas surdas e seus familiares para refletirem e discutirem sobre assuntos relacionados à área da educação e da surdez e temas tangentes. O tema central em 2018 é "Políticas Linguísticas em Experiências Surdas". Confira a programação aqui no site e acompanhe os próximos encontros também pela página oficial do INES no Facebook. Para mais informações, entre em contato com a Divisão de Estudos e Pesquisas (Diesp), pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Fim do conteúdo da página