Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Notícias e Avisos > Representantes do INES participam de lançamento de aplicativo para surdos criado pelo governo
Início do conteúdo da página
Notícias e Avisos

Representantes do INES participam de lançamento de aplicativo para surdos criado pelo governo

  • Publicado: Segunda, 09 de Maio de 2016, 13h07

Marcelo Cavalcanti, diretor do INES, esteve na mesa de abertura do evento com autoridades (Foto: Gleice Mere/Divulgação MP) O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão lançou oficialmente a ferramenta de código aberto VLibras, que gera automaticamente conteúdos em língua brasileira de sinais, oferecendo mais acessibilidade aos surdos que utilizam computadores e outros meios digitais. O lançamento aconteceu no dia 5 de maio, em Brasília, durante o evento “Acessibilidade Digital: Lançamento da Suite VLibras”, que contou com a presença do diretor geral do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Marcelo Cavalcanti, na mesa de abertura. Também esteve no evento a diretora do Departamento de Ensino Superior do INES, Tanya Felipe, que participou de um painel sobre a evolução da língua de sinais, após a solenidade.

Sobre o VLibras

A suíte VLibras contém um conjunto de aplicativos e ferramentas que promovem a acessibilidade: a plataforma WikiLibras, que permite criar e validar sinais em libras para ambientes digitais; o VLibras-Vídeo, que permite ao usuário traduzir vídeos digitais para a língua de sinais; a disponibilidade das ferramentas VLibras-Desktop, VLibras-Plugin para vários navegadores; e, por último, o aplicativo VLibras-Móvel para smartphones. A suíte possui atualmente um dicionário com mais de 11 mil termos, que pode ser ampliado e aperfeiçoado pela comunidade de deficientes auditivos.

O VLibras foi desenvolvido pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, em parceria com a Câmara dos Deputados e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Pode ser baixado gratuitamente no portal do Software Público Brasileiro, no Google Play ou na Apple Store. Saiba mais sobre a ferramenta clicando aqui.

Foto: Gleice Mere / Divulgação Ministério do Planejamento


Fim do conteúdo da página